Concurso Bacen 2018 – Previsão





Ministério do Planejamento analisa pedido de concurso do Bacen.

Encontra-se na Divisão de Concursos Públicos do Ministério do Planejamento, desde o dia 02 do mês de junho deste ano, para análise, o pedido de autorização para a realização de um novo concurso público do Banco Central do Brasil, o Bacen ou também conhecido como BCB e BC.

De acordo com informações do Bacen, é solicitada a autorização do Ministério Público de um novo concurso que prevê a oferta de 990 vagas, mesmo número solicitado em documento anterior.




Nesse sentido, o documento que prevê a oferta de 900 vagas distribui este total para os cargos de Analista, Técnico e Procurador, sendo que para a função e analista estão previstas 800 vagas, 150 para a função de técnico e 40 para a função de procurador.

Embora essa seja a segunda vez que um documento de solicitação de novo processo seletivo é enviado ao Ministério Público de Desenvolvimento e Gestão, a expectativa de que ele seja autorizado é grande, isso porque atualmente existe um déficit de pessoal na instituição. Além disso, os sindicatos do segmento estão fazendo pressão para que seja liberado.


De acordo com levantamentos recentes, na atualidade já passam de 2.000 postos em aberto no quadro de colaboradores da instituição. Além disso, alguns servidores devem se aposentar nos próximos anos, o que fará com que o Bacen possua 36% de seu quadro de servidores sem ocupação.

O Bacen possui o total de 2.356 postos sem servidores. Sendo que eles representam 1.944 analistas, 123 procuradores e 289 técnicos, o que só comprova a real necessidade de um novo concurso, que resolva pelo menos parte desse problema, já que não é muito difícil conseguir autorização para um concurso com esse elevado número de vagas.

Os sindicatos alegam que o Bacen não consegue mais, com o número de colaboradores que possui, atender a demanda atual de seus serviços, o que se configura em um problema, já que com o número de pessoal reduzido, a qualidade de seus serviços também se reduzem.

Em relação aos cargos a serem disponibilizados para a concorrência do Bacen, temos o cargo de Técnico, que pode ser concorrido por pessoas que possuam formação de nível médio. Para este cargo a remuneração inicial é no valor de R$ 6.463,44.

Para concorrer aos cargos de Analista o candidato precisa possuir formação de nível superior nas áreas ainda a serem informadas. Um analista possui a remuneração inicial no valor de R$ 16.286,90, enquanto um procurador recebe R$ 17.788,33.

Em todos os salários já estão incluídos os R$ 458 mensais, referentes ao benefício-alimentação.

O último concurso realizado pelo Banco Central do Brasil aconteceu no ano de 2013, sendo que na ocasião foram disponibilizadas o total de 500 postos de trabalho, para as carreiras de analista e técnico. A empresa contratada na época para organizar o concurso foi o Cespe/ UnB.

Os inscritos tiveram que realizar uma prova de ordem objetiva, mais teste discursivo. Além disso. Os candidatos ao cargo de Analista tiveram ainda que passar por análise de títulos. Os aprovados participaram de um programa para capacitação em suas atividades.

As lotações deste concurso foram em São Paulo- SP, Brasília- DF, Salvador- BA, Belém-PA e Porto Alegre- RS.

Nesse sentido, se você pretende prestar o concurso público do Banco Central do Brasil, fique atento à novas informações sobre sua autorização. Se autorizada a sua realização, o próximo passo é a contratação de uma empresa organizadora e a elaboração de um cronograma. Assim, o edital de abertura deve ser publicado com o prazo de inscrições e a data para a realização das provas.

Com a sua autorização é previsível que até o fim deste ano o edital de abertura já seja liberado e a realização da prova deve acontecer no início de 2018.

Resta aos interessados aguardar por novas notícias.

Sirlene Montes

Comentários