Concurso Depen 2019 – Previsão de Edital





Certame deverá ofertar 309 vagas de nível médio e superior.

Segue em trâmite o próximo grande concurso do Depen. Os postos serão disponibilizados em funções de nível médio, com salário inicial de seis mil reais.

Este será o certame público que proverá cargos efetivos no Departamento Penitenciário Nacional. A solicitação encontra-se, ainda, em trâmite no órgão do Ministério da Economia. O pedido vai fechar, conforme as informações, em um total de 309 postos, dos quais 294 se destinam à carreira na função de agente federal em execução penal, cuja exigência acadêmica está em nível médio, além de apresentar o porte da carteira nacional de habilitação, na categoria B. Os demais 15 postos serão destinados à função de especialista federal na área de assistência à execução penal.




Com relação ao cargo de agente, cada candidato deverá comprovar formação de, no mínimo, ensino médio e portar carteira nacional de habilitação em categoria “B”. Neste mesmo caso, o valor do vencimento inicial está em 6.030 reais, acrescido da chamada gratificação sobre o desempenho e mais o direito ao auxílio-alimentação, no valor de 458 reais. Com o tempo, o salário aumenta de valor, atingindo teto de 10.202 reais.

O cargo na função de especialista está reservado aos candidatos apresentarem certificado de graduação em nível superior dentro de algumas áreas específicas, a serem definidas posteriormente. O salário inicial está no valor de 5.865 reais.


Mais detalhes sobre o próximo certame público para cargo no Depen:

De acordo com o que foi angariado da assessoria de imprensa do próprio órgão, está tramitando no setor do Ministério da Economia uma recente avaliação sobre o novo pedido, que solicita, na pauta, a criação de mais 1.580 postos destinados aos três cargos citados, sendo que 1.440 cadeiras serão reservadas para a função de agente; serão 36 vagas para o setor de técnicos e as demais 104 serão lotadas no setor de especialista.

Observação: o cargo na área de técnico federal em apoio à execução penal, que não foi contemplado na atual solicitação deste novo concurso do Departamento Penitenciário Nacional, é um tipo de função que exige apenas o nível médio ou o médio e técnico de formação acadêmica, cujo salário inicial está no valor de 4.120 reais.

A partir do mês de dezembro passado, 2018, na elaboração do documento de edital, chegaram a constar algumas mudanças significativas, portanto, a grande expectativa é a de que as oportunidades citadas sejam acrescentadas o quanto antes, no sentido de fazer reforçar o atual quadro de servidores deste órgão.

O histórico do último concurso, para lotação dos mesmos cargos no Depen, registrou o seguinte:

Realizado ano de 2014, aquele certame para vagas no Departamento Penitenciário Nacional apresentou um documento de edital dispondo de 258 postos efetivos e imediatos, além do cadastro reserva de pessoas. As vagas se destinaram aos mesmos cargos de agora, e foram, portanto, lotadas entre as carreiras na função de agente; de técnico e na de especialista.

Naquele concurso a distribuição de cargos, após a nomeação e contratação, ocorreu nas seguintes regiões: na unidade central, estabelecida na Capital Federal, Brasília; foram lotadas vagas, também, em mais quatro sedes penitenciárias federais localizadas na cidade de Campo Grande, Estado de Mato Grosso do Sul; na cidade de Catanduvas, no Estado do Paraná; na cidade de Mossoró, no Estado do Rio Grande do Norte e na cidade de Porto Velho, no Estado de Rondônia.

A banca organizadora, naquele evento, foi o Cespe-UnB. Os testes abrangeram o seguinte: prova objetiva; os testes discursivos; testes em aptidão física; a necessária avaliação psicológica; os exames médicos e a investigação social sobre o candidato.

Paulo Henrique dos Santos

Comentários