Concurso Previsto Funai 2019 – Vagas, Inscrições





A Funai tem previsão de lançar um novo concurso público ainda neste ano com a oferta de 1.560 vagas para o cargo de Agente em Indigenismo.

Novo concurso público da alta categoria está próximo de ter o documento de edital publicado.

Trata-se da Fundação Nacional do Índio, cujos gestores fizeram solicitar novo certame. Este será o próximo Concurso Público para provimento de cargos na FUNAI, edição de 2019.




Deste modo, a próxima seleção depende de autorização do Ministério da Economia, cuja direção estará verificando a justificativa de se autorizar a liberação de 1.560 postos efetivos para o cargo de Agente em Indigenismo, cujo requisito básico está em portar certificado de ensino médio. A remuneração oficial e inicial está em 5.349 reais, acrescida do necessário auxílio-alimentação, no valor de 458 reais.

Entretanto, não serão disponibilizadas, somente, vagas que exigem nível médio de formação acadêmica. O órgão da Funai solicitou, também, a disponibilização de mais 348 postos com requisito de nível superior.


Neste caso, serão vagas distribuídas nas seguintes funções:

No setor Indigenista Especializado, com 156 postos; no setor de Assistente Social, com 19 postos; no setor de Economista, com 18 postos; no setor de Administrador, com 15 postos; na função de Antropólogo, com 14 postos; na função de Engenheiro, com 13 postos; na função de Sociólogo, com 11 postos; na função de Contador, com oito postos e na função de Psicólogo com quatro postos efetivos.

As remunerações, conforme o cargo exercido, podem atingir o teto de 6.420 reais, acrescidas do necessário auxílio-alimentação, no valor de 458 reais.

Portanto, de acordo com os dados angariados da empresa da Justiça, sobre a abertura de novo processo de seleção, seguem as informações:

Os gestores do Ministério Público Federal fizeram ajuizar nova ação civil pública por meio da Justiça Federal, no sentido de fazer autorizar para a Fundação a realização de um novo certame público de grande proporção, cuja meta fundamental está no preenchimento de todos os setores nos quais existem postos disponíveis, no interior do quadro de servidores deste mesmo órgão.

Esta mesma ação está suplementada de pedido, no qual se conceda autonomia ao órgão, no sentido de poder nomear e conferir a posse para todos os concorrentes já selecionados e aprovados por meio do último certame para cargos no mesmo setor, para que se fala esgotar a quantidade de vagas ainda existentes.

Conforme os dados lançado pelo Ministério Público Federal do Estado do Tocantins, atualmente, em torno de 65% da totalidade dos cargos na Funai estão em situação de vacância, abrindo, portanto, um precedente que pode representar um déficit preocupante de mais de 3.600 postos inativos, por estarem desocupados, os quais precisam ser, urgentemente, preenchidos.

O total de vagas que o órgão possui é de 5.614 funções, ou seja, quase a metade está desocupada. Uma estatística explica que se, hoje, o órgão conseguisse nomear até 220 dos candidatos já selecionados e aprovados no certame anterior, realizado no ano de 2016, ainda assim, a FUNAI estaria atuando dentro de um urgente déficit que chegaria a, aproximadamente, apenas 40% no cerne do quadro de seus servidores.

A estrutura do órgão:

O Ministério Público Federal abrange toda a União dentro do polo passivo de ação, dada a existência de necessidades para a disponibilização dos recursos específicos destinados à reestruturação do órgão da Funai. Por conseguinte, por meio desse projeto se pode ter alguma garantia de efetuar a devida proteção constitucional prevista sobre todas as comunidades indígenas no Brasil.

Resumindo:

Certame Público da FUNAI; a banca organizadora será definida em breve; o grau de formação escolar exigido está entre nível médio e nível superior; a quantidade de postos está em 1.908; o valor do salário chega a 6.420 reais. Datas, taxas de inscrição e demais dados serão divulgados mais adiante.

Por Paulo Henrique dos Santos

Concurso Funai

Comentários