Concurso SAP-SP 2014 tem vagas abertas para Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária





Foi publicado dia 14 de novembro de 2014 pela SAP-SP (Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo) o edital 154/2014, que prevê a abertura de concurso público para Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária. Estão previstas 1.593 vagas, sendo que 80 delas estão sendo disponibilizadas para pessoas com necessidades especiais. A Fundação Vunesp ficará responsável pela organização do processo seletivo.

O referido concurso público é exclusivo para homens (pois todas as vagas só estão disponíveis para homens), que possuem nível médio de escolaridade ou equivalente, idade mínima de 18 anos e idade máxima de 40 anos, com altura mínima de 1,65m, além de ser necessário possuir carteira nacional de habilitação categoria B acima, ou seja, entre B e E.




Os candidatos aprovados trabalharão em regime especial de trabalho, com jornadas de 12hX36h ou 12hX24h, e a remuneração prevista é de R$ 2.248,14 mais benefícios. As atividades previstas para a função são a de escolta e custódia de presos em movimentações externas e a guarda das Unidades Prisionais (sentinela).

As inscrições podem ser feitas através do site www.vunesp.com.br, no período compreendido entre as 10h do dia 24 de novembro de 2014 às 16h do dia 16 de janeiro de 2015. O valor da inscrição é de R$ 65,00 para todas as vagas.


A aplicação da prova objetiva ocorrerá dia 1º de março de 2015, na parte da tarde, nas cidades de Taubaté, Bauru, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Sorocaba, São José do Rio Preto, São Paulo e Campinas.

O processo seletivo consiste na aplicação de prova objetiva, conferencia de altura, teste de condicionamento físico, prova de aptidão psicológica e, por último, comprovação de idoneidade e conduta ilibada na vida pública e privada e investigação social. Os candidatos aprovados em todas as etapas serão classificados em todo o estado de São Paulo conforme previsão do edital.

Mais informações e o edital completo podem ser obtidos no site da Fundação Vunesp.

Por Maicon Douglas Rodrigues Arthuso

Comentários