Concurso TJ RO 2020 – Banca Organizadora é Escolhida





Edital de Abertura do concurso deve ser publicado nas próximas semanas.

Tribunal de Justiça de Rondônia escolheu a banca para organizar seu novo processo seletivo. O novo edital oferta vagas para formados em direito ou candidatos com 10 anos de serviços notariais. Confira mais detalhes a seguir.

O novo concurso do Tribunal de Justiça de Rondônia, TJ RO, já tem uma nova banca para a organização do edital. O curso busca suprir a demanda de notários de cartórios. O certame já tem a autorização do preseidente do órgão, o desembargador Walter Junior. A banca é composta por profissionais do Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul, o IESES. Mais detalhes sobre a quantidade de vagas ainda não foram divulgados, mas devem ser anunciados em breve.




O cargo pede alguns requisitos, como o candidato possuir formação na área de direito, ou contar com pelo menos 10 anos de atividades notariais. O cargo ofertado não oferece uma remuneração fíxa, pois varia conforme a quantidade de valores que foram arrecadados no mês, na unidade cartorial, depois dos descontos das taxas governamentais.

Os concursos para notários de cartório do Tribunal de Justiça costumam contar com dois tipos de processo, o de admissão e o de remoção, no caso de transferência daqueles que atuam no cargo e desejam mudar de cidade.


O último concurso aplicado no Tribunal de Justiça de Rondônia foi aplicado há cerca de 2 anos atrás. Em 2017, o concurso ofertava 24 vagas, a serem 16 para a admissão e 8 para a remoção ou remanejamento para outras cidades ou locais.

A prova contou com cerca de 100 questões. Essas 100 questões eram divididas em 45 questões de direito notarial e direito registral, 15 questões de direito constitucional, direito administrativo e direito tributário, 25 questões de direito civil, direito comercial e direito processual civil, mais 5 questões de direito penal e direito processual penal, 5 questões relacionadas a direito judiciário específico do estado de Rondônia e 5 questões de conhecimentos gerais. Ao que tudo indica, a avaliação contará com o mesmo modelo para o processo seletivo que acontecerá em breve.

Sobre o IESES

O Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul é uma organização civil que busca trabalhar em ramos como a organização de concursos ao longo de todo o Brasil. Trata-se de uma associação civil, de caráter jurídico de direito privado e sem fins lucrativos, que possui, também, uma característica educacional. As suas sedes estão localizadas em Florianópolis e Comarca de São José, ambas localizadas no município de Santa Catarina. A Instituição tem data de fundação em 19 de março de 1996.

O IESES trabalha com uma base organizacional de 3 linhas de competências, que se propõem a servir para três áreas, a serem elas:

  • Na área de educação, ao se aplicarem no ensino, na pesquisa e na extensão, em integração com a formação técnico-profissional da produção científica, em que são desenvolvidos cursos de extensão em áreas como as ciências sociais, que contam com programas de cursos de negociação, arbitragem e mediação das relações. Além disso, o grupo oferece extensões para as áreas de comportamento humano, logística, sistema de informações, formação de CPA-10 e CPA-20, gestão de recursos humanos, e outras áreas do conhecimento;
  • Na área da cooperação, ao gerar uma espécie de intercâmbio de colaboração com entidades universitárias e de ensino de pesquisa, brasileiras ou estrangeiras. Essas cooperações embarcam no projeto de desenvolvimento de uma revista científica, criada com o intuito de publicar artigos e trabalhos feitos em parceria com os projetos do Instituto;
  • Na área de aplicação de conhecimento, ao se empenhar na criação de um intercâmbio de aplicação do conhecimento para certas organizações associativas, coorporativas, societárias ou fundamentais. Essas atividades são desenvolvidas através de projetos de consultoria, que são executados pelo time de coordenadores do Instituto.

DAVI GABRIEL SOARES

Comentários