Concurso TJ-RS 2019 – Banca Organizadora é Escolhida





Seleção ofertará 45 vagas para Juiz Substituto.

O novo concurso público do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul está para começar. A banca acaba de ser selecionada para o processo que oferta 45 vagas para o cargo de juiz substitudo. O salário pode chegar a R$ 25,8 mil, inicialmente. Edital sairá em breve. Confira mais detalhes agora.

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul pretende contratar novos juízes. 45 para ser mais exato. O concurso já está se encaminhando para a divulgação do edital. O órgão acabou de confirmar a escolha da banca organizadora do processo, sendo esta a Fundação de Apoio à Universidade Federal, a Faurgs. Agora, a partir daí, o que falta para a criação do edital oficial é o contrato que deve ser assinado pelo Tribunal até semana que vem. Junto com ele, novas informações devem ser divulgadas em breve.




O presente concurso se propõe a oferecer 45 vagas ao todo. O cargo exige uma formação superior de direito para que o candidato possa tomar o cargo para si. Além disso, são exigidos mais três anos de atividades jurídicas do candidato. Tudo isso serve para fazer valer a pena a remuneração de R$ 25.851,96.

A atual banca, da Fundação de Apoio à Universidade Federal, será responsável pela elaboração do processo seletivo, e pela aplicação das duas provas, uma de caráter objetivo e outra de caráter discursivo.


Como foi o último concurso do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul

O último processo seletivo para juiz substituto que aconteceu no Rio Grande do Sul foi em 2017. Naquela época, foram ofertadas 90 vagas para o cargo. O processo foi organizado pela fundação Vunesp.

A prova era composta, basicamente, de 100 questões. Essas 100 questões eram divididas em 3 blocos, a conter matérias extremamente específicas. O primeiro bloco tinha 40 questões e contava com perguntas que contemplavam conhecimentos de língua portuguesa, direito processual civil, direito civil, direito do consumidor, e direito da criança e do adolescente. O segundo bloco era composto de 30 questões e contemplava os conhecimentos que envolviam os campos de direito penal, direito constitucional, direito eleitoral e direito processual penal. O último, mas não menos importante, bloco contava com 30 questões e contemplava os conhecimentos dos quais faziam parte os campos de direito empresarial, direito ambiental, direito tributário, e direito administrativo.

Sobre a Faurgs

A Faurgs, como é chamada popularmente a Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, é uma instituição privada e sem fins lucrativos. Trata-se de uma empresa que busca oferecer seus serviços para todo o território nacional, mas que conta com sua sede no Rio Grande do Sul. A organização conta com uma gama de profissionais que buscam melhorar a situação educacional da educação e dos serviços públicos também.

Com o foco bem em mente, a empresa busca sempre prover apoio para a criação de projetos de pesquisa, mas também trabalhando nas áreas de ensino, extensão, desenvolvimentos institucionais, cultuais, científicos e tecnologicos, e na prestação de serviços para toda a comunidade pública e privada, a visar o crescimento de todas as comunidades.

Ao visar mais do que a comunidade acadêmica, a Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul busca reconhecimento fora do seu campo de trabalho. A visão da empresa, na verdade, é justamente essa, de ser uma organização reconhecida no meio acadêmico e no meio não acadêmico também.

Ao longo desse ano, a Faurgs se dedicou à elaboração de vários processos seletivos. dentre eles, é válido citar os serviços para a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o processo para o Hospital de Clínicas, o processo para uma das principais instituições de ensino superior dedicada exclusivamente aos estudos da saúde, a Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

DAVI GABRIEL SOARES

Comentários