Concurso TRT-GO 2018 – Previsão de Edital





Oportunidades deverão ser para técnicos e analistas judiciários.

O edital do TRT/GO pode ser publicado dentro de alguns dias.

Até o momento, sabe-se que já foi escolhida a banca organizadora responsável pela elaboração do concurso público. Dessa forma, o TRT está aguardando que seja finalizado o edital. A prova deve abrir oportunidade para que pessoas com diferentes níveis de escolaridade possam participar, isto é, haverá cargos pra técnicos, assim como analistas judiciários.




Ficou interessado? Deseja participar do concurso público do TRT/GO? Pois bem, se for assim, não deixe de acompanhar as informações abaixo.

Antes de tudo é necessário informar-se sobre o que é o TRT/GO. Para quem não sabe, TRT/ GO é a abreviação de Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região, uma instituição séria e responsável por fiscalizar e regulamentar todos os processos trabalhísticos dentro de uma certa área delimitada, que nesse caso é o Estado de Goiás.


De acordo o TRT, as etapas do concurso devem ocorrer ainda no primeiro semestre de 2018. Sabe-se que a banca organizadora responsável por criar o edital e executar cada processo de avaliação dos candidatos, será, dessa vez, a Fundação Carlos Chagas (FCC).

Durante o último ano, a instituição anunciou de forma informal quais seriam os cargos ofertados no concurso. No entanto, apenas com o edital é possível ter certeza sobre a validade dessas informações, até porque, pode ser que haja oferta de ainda outras vagas. Além disso, é divulgado o número de vagas que devem ser oferecidas para cada um dos cargos disponibilizados. Sabe-se que, no momento, a FCC faz uma pesquisa dentro do TRT com o intuito de quantificar e assim fazer um levantamento sobre a quantidade de profissionais que deve ser contratada. Por hora, tudo o que se sabe é que haverá cargos tanto para analistas judiciários quanto para técnico.

Sendo assim, para poder participar do concurso público, é necessário se encaixar em algumas das normas pré-estabelecidas pela banca organizadora, isto é, os interessados em participar do concurso, com o intuito de disputar as vagas de técnico, devem ter concluído o ensino médio, além de possuir o curso técnico na área de opção que foi selecionada no ato da inscrição. Dessa forma, haverá 1 vaga para técnico de enfermagem e outras 4 vagas de saúde bucal.

Por outro lado, aqueles com formação em nível superior podem se candidatar como analista. Dessa forma, haverá uma vaga para enfermagem e uma vaga para estatística. Vale ressaltar que, nesse caso, os candidatos aprovados devem ser chamados para trabalhar na instituição assim que o concurso for homologado. Já as demais áreas como médico do trabalho, cirurgião dentista, administrador e técnico em tecnologia da formação devem ter seus dados no Cadastro de Reserva. Desse modo, serão chamados assim que houver oportunidade e de acordo com a necessidade da instituição.

Ainda segundo o site do TRT a remuneração para analista é superior a R$ 10.000 e a dos técnicos, superior a R$ 5.000. Além do pagamento mensal, os servidores contam ainda com outros benefícios como auxílio transporte e alimentação.

O objetivo de realizar um novo concurso se dá pelo fato do último, que ocorreu no ano de 2013, ter sua validade expirada no final deste ano, mais especificamente em novembro.

Estima-se que haverá muitas inscrições para a realização das provas, que contam com o nível de dificuldade diferentes, de acordo com cada área de atuação que o profissional deve atuar. O número elevado de inscrições deve-se ao fato de que nos últimos tempos, o Brasil passa por uma crise no cenário politico, o que, por consequência, acaba afeando também outras esferas da sociedade e diretamente a economia. Dessa forma, muitas pessoas passaram a procurar nos estudos e concursos públicos uma forma de garantir certa estabilidade financeira, mesmo que por algum período estabelecido.

Ana Paula Oliveira Coimbra

Comentários