Novo Concurso MP-CE 2020 – Edital para Técnico e Analista Ministerial





Interessados poderão se inscrever até o dia 21 de janeiro de 2020.

Saiu o Edital do concurso do Ministério Público do estado do Ceará, que se destina a provimento de vagas e formação de cadastro de reserva. São dois cargos: Analista Ministerial (nível superior) e Técnico Ministerial (nível médio). O concurso se realizará por meio de provas objetivas e prova discursiva. Para o cargo de Analista Ministerial haverá também avaliação de títulos.

O valor da taxa de inscrição para o nível superior é de R$100,00 (cem reais) e para o nível médio é de R$70,00 (setenta reais). As inscrições devem ser feitas pela internet, no endereço eletrônico do Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos), no período de 02 de janeiro a 21 de janeiro de 2020.




Características dos cargos de nível superior

O candidato que for classificado e posteriormente contratado deve realizar atividades de apoio técnico, pareceres, pesquisa, coordenação, supervisão, controle, planejamento ou execução especializada. Salário: R$4.815,59 (quatro mil, oitocentos e quinze reais e cinquenta e nove centavos), mais auxílio-alimentação no valor de R$1.103,83 (um mil, cento e três reais e oitenta e três centavos). Jornada de trabalho: 30 (trinta) horas semanais.

Os requisitos para cada área específica são:

  • Analista Ministerial, Administração: curso superior em Administração e registro no órgão de classe.
  • Analista Ministerial, Biblioteconomia: curso superior em Biblioteconomia e registro no órgão de classe.
  • Analista Ministerial, Ciências Contábeis: curso superior em Ciências Contábeis e registro no órgão de classe.
  • Analista Ministerial, Ciências da Computação: curso superior em Ciências da Computação.
  • Analista Ministerial, Direito: curso superior em Direito.
  • Analista Ministerial, Engenharia Civil: curso superior em Engenharia Civil e registro no órgão de classe.
  • Analista Ministerial, Psicologia: curso superior em Psicologia e registro no órgão de classe.
  • Analista Ministerial, Serviço Social: curso superior em Serviço Social e registro no órgão de classe.

Características do cargo de nível médio

O candidato que for classificado e posteriormente contratado, deve realizar atividades administrativas tais como: controle de documentos, análise e instrução de processos, redação de memorandos e ofícios, atendimento ao público, manutenção e atualização do cadastro informatizado, organização, controle e manutenção dos serviços de administração, operacionais e de apoio à pesquisa em relação a assuntos jurisprudenciais.


O requisito para o cargo de Técnico Ministerial é ter ensino médio completo ou curso técnico equivalente. O salário é de R$2.935,08 (dois mil, novecentos e trinta e cinco reais e oito centavos), mais auxílio-alimentação no valor de R$1.103,83 (um mil, cento e três reais e oitenta e três centavos). A jornada de trabalho é de 30 (trinta) horas semanais.

As etapas do concurso

Para os cargos de Analista Ministerial, são estas as etapas do concurso:

  • Prova objetiva de conhecimentos básicos com 50 (cinquenta) questões.
  • Prova objetiva de conhecimentos específicos com 70 (setenta) questões.
  • Prova discursiva.
  • Avaliação de títulos.

Para o cargo de Técnico Ministerial, são estas as etapas do concurso:

  • Prova objetiva de conhecimentos básicos com 50 (cinquenta) questões.
  • Prova objetiva de conhecimentos específicos com 70 (setenta) questões.
  • Prova discursiva.

A realização das provas

As provas têm data prevista para 08 de março de 2020 no turno da manhã (para os cargos de Analista Ministerial) e no turno da tarde (para o cargo de Técnico Ministerial). A prova discursiva para ambos os níveis constará de redação de texto dissertativo com o mínimo de 20 (vinte) e o máximo de 30 (trinta) linhas sobre algum tema da atualidade.

O conteúdo das provas objetivas consta de conhecimentos básicos para todos os cargos/ níveis: língua portuguesa, legislação estadual e legislação aplicada ao Ministério Público, ética no serviço público.

Os conhecimentos específicos, para os cargos de nível superior, são os seguintes:

  • Administração: administração geral, administração orçamentária e financeira e orçamento público, administração pública.
  • Biblioteconomia: conhecimentos em biblioteconomia.
  • Ciências Contábeis: contabilidade geral, contabilidade pública, administração orçamentária e financeira e orçamento público.
  • Ciência da Computação: fundamentos em TI (Tecnologia da Informação), processos de negócio, engenharia de software, arquitetura de software, desenvolvimento de software, língua inglesa.
  • Direito: direito administrativo, direito constitucional, direito civil, direito processual civil, direito penal, direito processual penal.
  • Engenharia Civil: obras — planejamento, normas, fiscalização e legislação; obras de edificações; obras hídricas; obras rodoviárias.
  • Psicologia: conhecimentos em psicologia.
  • Serviço Social: conhecimentos em serviço social.

Já os conhecimentos específicos, para o cargo de nível médio, são: noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de administração, noções de direito civil, noções de direito processual civil, noções de direito penal, noções de direito processual penal.

Então, não perca essa oportunidade. Inscreva-se no concurso do Ministério Público do Ceará, estude bastante e boa sorte em 2020.

Texto escrito por Warley Souza.

Comentários